sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ensaio fotográfico: balé

Eu lamentava não ter nenhuma fotinha relacionada a balé. Nas três vezes em que dancei em festivais no bairro, não tive como tirar boas fotos e por isso nenhuma lembrancinha. Daí eu pedi ao Potô que fizesse um ensaio meu depois da aula hoje, enquanto eu ainda estava de colã e um pouquinho disposta a calçar sapatilha e fazer algumas posições. O Luquinhas, nosso sobrinho, também participou das fotos, hora posando e hora de fotógrafo. Mas a maior parte do ensaio é de autoria do Potô, que também idealizou conceitos e tal. E também a maioria das fotografias ficou em preto e branco porque ele adora esse estilo e eu particularmente adorei. O efeito foi obtido a partir da câmera, sem edição em computador. E aí foi bom porque ajudou a saciar a vontade de fotografar e eu me diverti (apesar do calor) porque tudo que é relacionado ao balé eu adoro! Exceto a dor, claro.

No total foram 26 fotos, e eu quase coloquei todas. Espero que o blog não fique pesado.















quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Lady Gaga vetorizada



Brincando no Corel Draw fiz este desenho baseado na foto da Lady Gaga, que eu curto que só. O Potô já disse um monte de vezes que não gosta do jeito que o nariz ficou, mas o nariz dela é meio fora dos padrões mesmo, dá pra ver que foi tentado disfarçar com maquiagem (e talvez Photoshop).
O maior desafio pra mim é trabalhar com luz e sombra porque as bordas das cores acabam ficando muito evidentes e se a diferença de tons for pequena demais não dá nem pra notar nada. Acho que não consegui trabalhar bem a sombra, por isso o desenho ficou meio "bochechudo".

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Desabafo

Perdendo a chance de assistir o Nação Zumbi de graça além de ter perdido Orquestra Imperial ontem. Hoje mesmo Potô e eu deixamos de ir na casa da chefinha fofa dele curtir um pouco com outras pessoas. Tudo porque estou bem apavorada em sair de casa neste carnaval em Fortaleza. E aí quando estamos nos divertindo através de video game, filminhos ou partidas de Clue, simplesmente me vem na cabeça a cara do assaltante que levou minhas coisas, além do famoso "e se eu tivesse reagido?" Depois vem a preocupação pelo prejuízo, e também em como tocar algumas mudanças daqui por diante, e se tais mudanças vão afastar a mim e Potô de nossos sonhos comuns. Essas questões me jogam em transes extremamente irritantes e nesta cidade por vezes horrorosa me sinto atada e sem possibilidade de encaminhar soluções.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Assaltada!

Pois é, eu era virgem quando se diz respeito a essa experiência tão comum nos dias de hoje. Nunca tinha sido abordada diretamente e sofrido tal violência. O máximo que aconteceu foi ter a mochila aberta sem perceber no meio de muita gente e muito tempo depois sentir falta de algo. Mas a figura chegar gritando para tomar as coisas mesmo, como ontem, nunca tinha acontecido.
E eu, distraída e preocupada com mil problemas, tinha coisas demais na bolsa, distraída demais, num lugar deserto demais e sozinha. Tudo isso na Leste Oeste, avenida clássica aqui em Fortaleza e para piorar, em pleno carnaval. Ou seja, vacilei.
E como em quase todo testemunho de assalto, o cara saiu sei lá de onde "pedindo" a bolsa, pegou o que queria sem me machucar (não havia arma, tenho certeza), saiu com o companheiro na bicicleta e eu fiquei lá sem ação. Quer dizer, alguns segundos depois me toquei do que havia acontecido e tudo que consegui fazer foi gritar "joga só a agenda!". Mas o cara nem fez isso, saiu na moral montado de ladinho no quadro da bike do amiguenho dele.
Mais tarde recebi um telefonema de alguém que havia encontrado parte das minhas coisas e meu pai foi lá pegar. E recuperei todos os cartões já bloqueados, a (bendita) agenda, carteira de estudante (ufa!), carteira de identidade (ufa!), uma blusa suja (os caras levaram uma calcinha suja!) e alguns cartões de visita. E adeus celular, pen drive, MP4, parte da minha dignidade e sossego, bom humor, bolsa com maquiagens e esmaltes e um pouco mais de um terço da pouca grana que eu tinha.
Mas preferi não reagir porque acho que não vale a pena me arriscar por objetos materiais. E também porque eu estava boquiaberta demais pra fazer qualquer coisa. Mas de ontem pra hoje sonhei que quando os caras me deram as costas eu fui por trás, derrubei os dois da bicicleta, peguei minha bolsa e ainda roubei a bike deles. rs! Em meus sonhos, eu sou mó barra pesada!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Delícias!!


Eu tenho um encanto assim por desenhos fofinhos e coloridos, tudo bem meigo, tipo os da Cinthia. Aí ontem vi no Just Lia um post sobre uma designer nesse estilo e hoje passou uma matéria sobre cupcakes no Jornal Hoje. Daí não teve jeito e acabei fazendo esse desenho com comidinhas fofinhas. O bolinho ficou um pouco esquisito, mas espero evoluir depois.

Fome, fome, fome!!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Boneca bailarina assustadora


Se você não se esforçar ela vai puxar seu pé de noite! :P