quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Aline em 2011 + Bocudas e pescoçudas, dont't cry!



No ano passado curti muito a série Aline, exibida pela Rede Globo. Quer dizer, menos o primeiro episódio. O elenco, o texto, os cenários, as cores, a trilha sonora, a bigamia super século XXIII (como diria minha amiga Thaty Nascimento) e principalmente o figurino. Gente, que que é aquele figurino escândalo-baffon-brega-chique da Aline, pelamordedeus? O que eu não faria por algumas daquelas meias ou por aquele traço perfeito do delineador dela? Não, e os batons? Mega berrantes a la Andy Warhol, botando o bocão da Maria Flor no mundo. Um figurino que realmente expressa a personalidade da personagem.

A temporada deste ano começou no dia 3 de fevereiro, mas eu perdi porque faltou energia no Nordeste. Pois é, só por isso. Quando a luz voltou o seriado já tinha acabado, mas na quinta-feira passada deu tudo certo. O mesmo texto engraçado, o cenário colorido e o figurino incrível. Só queria que a dicção da Maria Flor melhorasse, pois às vezes não entendo o final das frases dela.

Mas voltando ao bocão da atriz, vamos falar do meu bocão. Sabe que quando criança eu tinha altos complexos com minha aparência? Principalmente por causa do pescoço comprido demais e da bocona, que me rendiam milhões de apelidos na escola. Aí eu morria de medo de passar qualquer batom mais forte e escondia o pescoço e os ombros por trás dum cabelo compridão e pesado. Parecia a Samara, do O Chamado. Depois de adquirir mais alto estima, cortei o cabelo bem curtíssimo e não tenho pena de passar um vermelhão nos lábios. E o Potô acaba ficando de bocão vermelho por tabela.

Percebi que muitas pescoçudas e/ou bocudas são invejadas pela galera boquinha de Professor Pardal. Tipo assim... Anne Hathaway, Fergie, Camila Pitanga, Maria Flor, etc, etc. E é engraçado saber que eu tinha vergonha da boca grande e hoje em dia um monte de gente quer colocar colágeno nos lábios. Dá vontade de soltar uma vaia cearense para a galera que ria de mim na escola. iiiiiiiEiii!!






2 comentários:

Francisco josé disse...

Adoro o seu bocão e o seu pescoço nhindo.

Também passei um tempo tendo vergonha da minha boca, e isso também foi na minha infância, quero ver é como vai ser com os nossos filhos. Já parou pra pensar?

amo

Sheryda Lopes disse...

Já sim, vaiser uma criança igualzinha àquelas almofadas de bocão!

Amo!